Redação do ENEM não é um Bicho Papão.

Compartilhar:
Facebooktwittermail

O ENEM 2018 está chegando e para você que quer conseguir um ótimo resultado no ENEM, se sair bem na redação é fundamental!  Embora o tema seja surpresa, é possível se preparar de várias maneiras: estudar técnicas de redação é uma delas.

Antes de começar a estudar redação, é preciso primeiro conhecer os critérios da banca que vai avaliar o seu texto. No caso do ENEM, a redação é corrigida considerando 5 características principais chamadas de 5 competências.

Vamos ver com calma cada uma delas para você aprender como fazer uma boa redação para o ENEM e ter vantagem em relação aos seus concorrentes.

Competência 1: demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.

Essa competência avalia os aspectos básicos da língua portuguesa, como a maneira correta de escrever as palavras, o emprego correto das expressões, etc. Nessa correção, você recebe uma avaliação que sinaliza o conhecimento das regras básicas de Língua Portuguesa. É fundamental que você conheça as diferenças entre a linguagem oral e escrita para se sair bem na avaliação.

Competência 2compreender a proposta da redação e empregar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

A descrição da competência 2 é grande, então vamos separar ela em duas partes principais. Primeiro, ela avalia a compreensão da proposta da redação do ENEM, ou seja, verifica se o candidato conseguiu ser fiel ao tema. Ser fiel ao tema é escrever sobre o assunto proposto sem perder o foco.

Por exemplo, se o texto é sobre Minorias na Sociedade, o assunto central da sua redação não pode ser outra coisa. É comum que muitos candidatos fujam do tema e acabam falando mais sobre outros aspectos relacionados ao tema do que sobre o próprio tema em si. A capacidade de ser fiel ao tema é muito importante para uma boa redação e é por isso que existe essa competência.

Outro aspecto abordado por essa competência é a argumentação utilizada. Um texto argumentativo dissertativo utiliza a argumentação como base para defender uma ideia, ou seja, você precisa convencer o leitor por meio de comparações, conceitos, exemplos, etc., mostrando que você tem conhecimento para discorrer sobre o tema e apresentar uma conclusão coerente e efetiva.

Competência 3selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Essa competência avalia de uma forma geral a organização do seu texto e a utilização correta das conjunções (mas, porém, pois, porque, etc.), que são os termos responsáveis por conectar as frases e uní-las de forma coerente.

A maneira como você organiza e relaciona as ideias também é fundamental para a correta interpretação do texto, por isso que essa competência é tão importante de ser verificada nos candidatos.

Toda escrita precisa representar corretamente o que pensamos, traduzindo nossos pensamentos de maneira que o leitor consiga facilmente compreender o nosso ponto de vista.

Competência 4demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

A competência 4 está  relacionada com a competência 3 mas, nesse caso, o ponto central avaliado é o sequenciamento das ideias: a relação entre as frases e os parágrafos.

Ao se escrever uma boa redação é preciso saber o momento certo de terminar um parágrafo e começar outro, bem como o momento certo de terminar uma frase e de começar outra.

Além disso, cada frase precisa estar inserida corretamente no contexto do seu respectivo parágrafo para não prejudicar a lógica do texto e a linha de pensamento.

Competência 5elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

Essa competência, antes de tudo, já deixa claro a importância de se considerar e valorizar as diferenças culturais e sociais. Isso significa que você não deve se restringir a uma cultura ou sociedade manifestando parcialidade que induza ao preconceito, à segregação ou ao menosprezo.

Não pense em fazer uma redação para o Enem sem considerar a diversidade cultural e social.

Com base nesse critério, o que os corretores do Enem esperam da sua redação na competência 5 é que a conclusão traga uma solução para o problema que foi exposto na proposta do tema.

Para tanto, é preciso ser coerente com o que já foi mencionado ao longo do texto. Você precisa, ao longo da redação, direcionar o leitor para uma linha de raciocínio que alcance a solução e conclusão do tema, deixando claro a sua posição sobre o assunto.

Apresentei para você as 5 competências de avaliação da sua redação, certo? Agora vou te passar algumas dicas e técnicas de como se sair bem na redação e tirar nota 100. Bora  lá!

1) Veja o tema de redação e faça uma leitura cuidadosa da prova – Essa é a principal dica e vai influenciar todo o seu desempenho. Leia e releia a proposta e os textos de apoio. Dê uma lida também nas questões da prova. Pode ser que alguma informação ajude no tema da redação. Atenção: essa etapa é essencial para que você não fuja do tema.

2) Elabore o projeto de texto e escolha uma tese – Esse é o momento em que você deve escolher a sua abordagem e os argumentos que usará para defender sua tese. Separe as ideias principais sobre o assunto em um rascunho. Na tese, escolha um tema que você domine para argumentar e expor o seu ponto de vista.

3) Faça a primeira versão do texto – Nessa etapa do rascunho, preocupe-se com o conteúdo e não com a gramática. Foque sua atenção para organizar os argumentos da melhor forma. As ideias devem fazer sentido e devem estar ligadas entre si. Um texto bem amarrado valoriza a sua argumentação e fará com que o corretor não se sinta confuso ao lê-lo.

4) Revise o texto: Agora é hora de corrigir a gramática e encontrar outros errinhos na sua redação. Caso tenha dúvida na grafia de alguma palavra, tente substituir por outra palavra ou expressão. Preste atenção em frase sem sentido ou perdida no texto e avalie se há coerência entre as ideias.

5) Passe o texto a limpo: Finalmente, essa é a última etapa da redação. Por isso a importância de preparar seu texto em um rascunho. Respeite o limite de linhas e não coloque informações fora da área de correção.

Pronto! Agora com todas essas dicas você pode desenvolver uma ótima redação e esperar o resultado final.

Gostou das dicas? Deixe aqui nos comentários!

Até semana que vem.

Compartilhar:
Facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *