Quais os conteúdos que mais caem na prova do ENEM ?

Compartilhar:
Facebooktwittermail

A pergunta de hoje é: você está se preparando para realizar a prova do ENEM esse ano?

Todos os anos, milhares de estudantes de todo o país realizam o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM e desde 1998 ele é utilizado para avaliar a qualidade da educação no Brasil e, ao longo dos anos, passou a desempenhar outras funções. Uma delas é o acesso ao nível superior através da nota da prova.

Mas uma das grandes dúvidas para os alunos sobre o ENEM é saber qual conteúdo estudar, afinal o exame é muito temido por jovens brasileiros que decidem enfrentá-lo nos últimos meses do ano para entrar em uma faculdade, seja ela pública ou particular. Mas ficar nervoso na hora do Enem e esquecer o principal motivo de estar fazendo o exame não adianta nada, por isso vamos com calma que hoje te daremos várias dicas de como sair bem na prova do ENEM e na Redação.

Como é a prova do ENEM?

 

O Enem tem uma forma bem particular de medir o conhecimento dos estudantes. Diferente dos outros tipos de vestibulares, as provas são baseados no conceito de matrizes de referência. Isso quer dizer que são avaliadas as habilidades e competências adquiridas ao longo da vida escolar de acordo com cada área de conhecimento. Desse modo, a prova do Enem está separada da seguinte forma:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e
  • Redação;

 

Listamos alguns assuntos mais cobrados por área de conhecimento. Continue lendo e saiba quais os conteúdos que têm mais chances de ser cobrado na prova do ENEM. Ah! Através desse resumo você evitará perder tempo estudando sem nenhum roteiro.

E o que vou estudar para o ENEM 2018?

Prepare-se! Veja a seguir as matérias mais cobradas por área e disciplina no Enem. Lembrando que este é um parâmetro com base nas questões cobradas nas últimas edições. Assim como alguns assuntos apareceram nas questões em todas as edições, alguns não foram cobrados em nenhuma.

LINGUAGENS

Português

  • Semântica;
  • Funções de linguagem;
  • Gramática;
  • Interpretação e compreensão de texto;
  • Norma culta e coloquial;
  • Morfologia;
  • Sintaxe;
  • Linguística;
  • Gêneros textuais.

 

Literatura

  • Movimentos literários — barroco, quinhentismo, modernismo, naturalismo/ realismo;
  • Figuras de linguagem;
  • Obras literárias — principalmente as brasileiras;
  • Poesias concretas;
  • Literatura contemporânea.

 

Artes e Educação Física

  • Obras artísticas;
  • Renascimento;
  • Cubismo;
  • Artes Marciais;
  • Surrealismo;
  • Música;
  • Grafite;
  • Esportes;
  • Movimentos culturais;
  • Movimentos artísticos.

 

CIÊNCIAS HUMANAS

História Geral

  • Revolução industrial;
  • Idade média e moderna;
  • Liberalismo;
  • Primeira e Segunda Guerra Mundial;
  • Nazismo e Facismo;
  • Guerra Fria.

 

História do Brasil

  • Brasil colônia;
  • República;
  • Era Vargas;
  • Era populista;
  • Escravidão;
  • Ditadura Militar.

 

Geografia

  • Planos e blocos econômicos;
  • Geopolítica mundial;
  • Agricultura brasileira;
  • Contrastes sociais;
  • Desenvolvimento humano e social;
  • Migrações;
  • Impactos no Meio Ambiente.

 

Filosofia/ Sociologia

  • Iluminismo;
  • Consequências da globalização;
  • Existencialismo;
  • Contratualismo;
  • Marxismo;
  • Cultura de massa;
  • Relações de trabalho;
  • Movimentos sociais;
  • Pensadores da Grécia antiga;
  • Fé x Razão — São Tomás de Aquino e Santo Agostinho.

 

CIÊNCIAS DA NATUREZA

Física

  • Usinas e instalações residenciais;
  • Óptica;
  • Ondas;
  • Hidrostática
  • Eletricidade;
  • Calorimetria;
  • Mecânica;
  • Acústica.

 

Química

  • Estequiometria;
  • Unidades de concentração;
  • pH e pOH;
  • Radioatividade;
  • Cadeias carbônicas;
  • Eletroquímica;
  • Soluções;
  • Oxidação.

 

Biologia

  • Ecologia e Sustentabilidade;
  • Imunização;
  • Problemas ambientais;
  • Evolução;
  • Ciclos do carbono, nitrogênio e água;
  • Genética e mutações;
  • Citologia.
  • Problemas ambientais;

 

MATEMÁTICA

 

  • Operações com frações;
  • Análise combinatória;
  • Porcentagem;
  • Matemática básica;
  • Análise de gráficos;
  • Análise de tabelas;
  • Estatística básica;
  • Progressões (PA e PG).

E a temida Redação?

Vamos falar da Redação? Bom, conhecer os assuntos mais cobrados nas edições passadas para estudar para o Enem 2018 é muito importante. Mas, se preparar para fazer uma redação nota mil é primordial. Por isso, separamos algumas dicas para se sair bem nesta prova que é uma das mais temidas pelos estudantes. Vamos as dicas de redação?

1. Mantenha-se atualizado…

Um dos pré-requisitos para fazer uma boa redação no Enem é conhecer bem o tema cobrado no dia da prova. E isso, você só consegue se estiver antenado nos assuntos mais comentados do momento. Uma dica é: ler as últimas notícias e aprofundar-se naquelas mais polêmicas dos últimos tempos.

2. Vamos praticar?

É aquela velha história: a prática leva à perfeição, não é mesmo? Para fazer um texto incrível, além de estar por dentro do assunto, você deve saber o que é e como fazer um texto argumentativo. E isso se aprende treinando e treinando MUITO.

Faça várias redações sobre os temas das edições passadas e peça para seus professores corrigirem. Aproveite os erros e aprenda com eles. Fazendo isso, você aumenta as chances de chegar afiando no dia da prova.

3. Nunca fuja do tema!

A maioria dos estudantes que se deram mal nas redações do Enem cometeu o erro de fugir do tema e isso acontece muito. Para que isso não aconteça, concentre-se na ideia central que o texto deve abordar, use e abuse dos conectivos e siga a estrutura: introdução, desenvolvimento e conclusão.

4. Conheça e respeite o formato da redação…

Desde a primeira edição do Enem, o formato da redação é dissertativo-argumentativo. Isso significa que você deve escrever seu texto seguindo essa proposta. Por isso, nada de contar histórias, fazer descrições ou textos poéticos, ok? Siga a estrutura recomendada e não correrá o risco de ter sua redação anulada.

Além de seguir as dicas acima, estude os seguintes tópicos para a redação do Enem 2018:

  • Argumentação — conhecimento sobre o assunto abordado;
  • Norma culta da língua — português formal;
  • Compreensão do tema — Jamais deve fugir do tema proposto;
  • Coesão — o texto deve fazer sentido;
  • Solução — o texto deve apresentar uma proposta ao tema abordado.

 

Agora que você já sabe quais os assuntos e matérias mais indicados para estudar para o Enem 2018 e as dicas para uma redação nota mil, é só começar a maratona de estudos. Bora lá? Quanto antes você iniciar, maiores são as chances de vencer a concorrência e garantir uma boa nota.

Estou torcendo por você. Vai dar tudo certo!

Semana que vem estou de volta. Até lá!

Compartilhar:
Facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *