Quais são as áreas de atuação para o profissional de Medicina Veterinária?

Medicina Veterinária
Compartilhar:
Facebooktwittermail

Se você já pensou em cursar Medicina Veterinária, pode ser que tenha sido atraído pela possibilidade de conviver com animais. Provavelmente, já se imaginou cuidando do bem-estar deles.

O que talvez você não saiba é que essa profissão vai muito além das clínicas veterinárias. 

A atuação do médico veterinário é essencial em outros setores como agropecuária e indústria.

Ficou curioso para entender mais sobre isso? Acompanhe o post e descubra quais são as possibilidades de trabalho desse profissional.

Porque estudar Medicina Veterinária?

Apesar dessa ser uma área da saúde antiga e popularmente conhecida, algumas pessoas ainda notam apenas parte do potencial dela. 

Isso porque por muitos anos essa carreira foi associada apenas ao cuidado com animais domésticos.

De fato, os serviços relacionados ao mundo pet estão cada vez mais populares. É comum encontrar recém-formados que desejam empreender e abrir o próprio pet shop.

Mas a formação de Medicina Veterinária é bem mais ampla do que isso. 

Essa pode ser uma excelente opção para quem está em busca de uma profissão que tenha grande empregabilidade.

Existem tantas possibilidades de atuação neste ramo que dificilmente o profissional fica desempregado. 

Além disso, dependendo da função, é possível ter uma rotina com horários mais flexíveis. Ou seja, você terá mais conforto, fazendo o que gosta. 

8 áreas de atuação do médico veterinário

Se você já está curioso para compreender quais são as possibilidades para quem conclui Medicina Veterinária, fique tranquilo.

Chegou a hora de apresentarmos algumas áreas de atuação reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). Saiba quais são elas:

1. Clínica

O atendimento clínico de animais de pequeno, médio e grande porte é tarefa do médico veterinário.

As clínicas são locais para realização dos atendimentos de baixa complexidade. Ou melhor, dos tratamentos e procedimentos de baixo risco. Um bom exemplo disso são consultas de rotina e tratamentos clínico-cirúrgicos. 

O veterinário pode trabalhar nestes estabelecimentos realizando o próprio atendimento ou ainda sendo o responsável técnico por ele. 

Nesse segundo caso, ele poderá ser responsável por fiscalizar todos os processos e garantir a segurança dos pacientes.

Essa é uma das atuações mais populares, já que é muito procurada por donos de animais de estimação.

2. Cirurgia

Quando o tratamento clínico não tem efeito, pode ser hora de recorrer às cirurgias. Esses procedimentos podem ser realizados em:

  • animais selvagens;
  • aves;
  • peixes;
  • carnívoros.

As operações de alta complexidade exigem maior preparação do profissional. Por isso, devem ser realizadas em ambiente hospitalar.

Normalmente, os hospitais veterinários possuem mais estrutura para esse tipo de atendimento. 

Nestes casos, o médico veterinário é responsável por cuidar do bem-estar dos pacientes do pré ao pós-operatório.

3. Anestesia 

Os procedimentos anestésicos merecem um destaque à parte entre as áreas de atuação dessa profissão. Isso porque exigem que o veterinário se especialize para aplicá-los corretamente.

Cada raça e porte de animal possui uma característica diferente, que exigirá diferentes tipos de anestesia. Saber identificar o ideal é uma das tarefas deste especialista.

As anestesias podem ser aplicadas em:

  • animais grandes;
  • de porte médio;
  • selvagens;
  • animais de companhia.

Essa pode ser a área de atuação ideal para quem gosta de se aprofundar nas reações bioquímicas no organismo. 

O anestesista veterinário costuma acompanhar os pacientes no pré e no pós-cirúrgico para garantir sua plena recuperação. 

Medicina Veterinária - áreas

4. Laboratório de pesquisas de doenças

Quem tem interesse em seguir carreira científica, sem deixar de lado o universo animal, pode seguir esse ramo de trabalho.

Os laboratórios de pesquisas de doenças são locais essenciais para o desenvolvimento de novos tratamentos e medicamentos.

Veterinários que trabalham nestes locais são responsáveis por investigar a fundo quais são sintomas e alternativas para cada problema.

O objetivo é desenvolver formas cada vez mais eficientes de resgatar a saúde dos pacientes, com menores efeitos colaterais.

5. Laboratório de produtos de uso animal

Por falar em Ciência, uma outra alternativa é atuar em laboratórios de produtos de uso animal.

Esses locais são destinados a desenvolver, testar e lançar novos produtos que sejam úteis para os pacientes.

Para isso, devem, em primeiro lugar, assegurar que não existe nenhum efeito adverso da sua utilização. Ou, em alguns casos, de que esses feitos não tragam prejuízos para o bichinho.

Esse é um ramo em ascensão, uma vez que o mercado de produtos PET não para de crescer no Brasil. Logo, há maior facilidade de sair da faculdade já empregado. 

6. Responsável técnico em zoológico

Se você era apaixonado por girafas e elefantes na infância, pode gostar de saber que há vagas em zoológicos.

O veterinário poderá trabalhar como responsável técnico destes locais. Isso significa que será seu papel acompanhar todos os cuidados com os animais e garantir que eles estejam saudáveis.

Assim, ele vai zelar do cardápio de cada espécie até mesmo a vacinação. Dessa forma, poderá ter certeza que está proporcionando mais bem-estar aos pacientes.

7. Responsável técnico em avicultura

Lembra quando citamos no início do texto que a agropecuária também emprega veterinários? 

Esse é um dos exemplos de como isso pode acontecer na prática.

A criação de aves para venda da carne exige o acompanhamento de um médico veterinário. Ele será responsável por:

  • acompanhar a reprodução;
  • assegurar a qualidade e a segurança do produto final;
  • zelar pela saúde dos animais antes do abatimento;
  • contribuir para uma alimentação saudável e equilibrada.

8. Inspeção em frigoríficos

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar sobre a realização de inspeções sanitárias em frigoríficos. 

O que provavelmente você não saiba é que esse tipo de ação é realizada pelos profissionais de Medicina Veterinária.

Eles acompanham as condições de transporte e armazenamento das carnes para se certificar que todas normas de higiene sejam seguidas. 

Medicina Veterinária: uma área cheia de oportunidades

Como você pode ver, a graduação em Medicina Veterinária oferece amplas possibilidades para quem a conclui.

Há diversas outras não listadas aqui que dão ainda mais oportunidades para os recém-formados. 

O médico veterinário tem ganhado cada vez mais reconhecimento em seus múltiplos papéis. Por isso, nunca é tarde para unir sua paixão pelos animais há uma carreira bem promissora como essa.

Gostou das dicas? Siga a Fama nas redes sociais: Instagram e Facebook para continuar aprendendo sobre carreiras. 

Sobre o Autor
Avatar

Marketing Fama

Compartilhar:
Facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *