Descubra como funciona o Fies

Fies
Compartilhar:
Facebooktwittermail

Muitas pessoas recorrem ao Fies para garantir o financiamento do tão sonhado curso superior.

Essa é realmente uma alternativa muito indicada para quem precisa de um apoio extra para pagar a faculdade. Por isso, queremos apresentar mais detalhes sobre o funcionamento dela para você.

Acompanhe o post para esclarecer as suas dúvidas sobre o assunto. Vamos lá?

O que é Fies?

Apesar dessa sigla ser popular, algumas pessoas ainda não sabem o que ela significa. O termo faz referência ao Fundo de Financiamento Estudantil.

E se engana quem pensa que esse é um projeto novinho. Na verdade, ele foi criado pelo Ministério da Educação (MEC) lá atrás, em 1999.

O objetivo dessa iniciativa é facilitar o ingresso ao ensino superior. Ou melhor, ajudar cada vez mais estudantes a realizar o sonho da graduação.

Com o passar dos anos, o governo foi desenvolvendo novas regras e o programa passou por uma grande transformação.

Todas essas mudanças culminaram no que ficou conhecido como Novo Fies. Essa nova versão do programa passou a ter três modalidades diferentes de contratação:

  • modalidade Fies ou modalidade I, como também é conhecida;
  • modalidade P-Fies ou modalidades II e III, como também são chamadas.

Cada uma delas possui características específicas. Por isso, antes de se inscrever no Fies é importante entender as diferenças.

Fies x P-Fies

Tanto o Fies quanto o P-Fies são tipos de financiamento estudantil voltados para quem quer fazer graduação.

A principal diferença entre os dois, na prática, é quem ofertará esse empréstimo enquanto você estuda.

Se você optar por se inscrever na modalidade do Fies tradicional, estará fazendo um contrato diretamente com o governo. 

Essa opção é muito buscada pelos estudantes porque costuma ter baixo custo final.

Agora, se você preferir participar do P-Fies, a contratação será feita por meio de instituições financeiras. 

É importante dizer que mesmo que o intermediador seja outro, ainda sim o dinheiro desembolsado vem dos cofres públicos.

Os financiamentos contratados pelo P-Fies são mais caros do que os tradicionais. Mesmo assim, são alternativas muito recomendadas porque possuem um custo final vantajoso.

Dificilmente você pagaria o mesmo valor da dívida caso optasse por contratar um empréstimo pessoal para pagar sua faculdade.

Essa é uma alternativa bem interessante para quem precisa de uma ajudinha para pagar as contas enquanto se forma. 

Fies - como funciona

Quem pode se inscrever no Fies?

As inscrições para o Fies acontecem duas vezes por ano. Por isso, se você está interessado em pedir o financiamento é preciso se atentar ao calendário de divulgação.

O Ministério da Educação sempre abre novas ofertas no início do primeiro e do segundo semestre. Fique atento ao site para se informar sobre elas. 

Podem concorrer ao processo seletivo pessoas que:

Além de atender a todos os requisitos acima, o candidato não pode:

  • estar com matrícula trancada em alguma instituição de ensino;
  • ser beneficiário de bolsa integral do Prouni;
  • ser beneficiário de bolsa parcial do Prouni em outra graduação diferente da inscrição realizada para o Fies;
  • estar inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC);
  • já ter sido beneficiado uma vez pelo Fies.

Como se inscrever no Fies?

Já se imaginou cursando a faculdade e aprendendo a profissão dos seus sonhos? Essa, com certeza, é uma forma de dar uma alavancada grande na sua carreira.

Se você está pensando em realizar esse desejo e contar com o apoio do Fies, fique tranquilo! 

O processo de inscrição é mais simples do que você pode imaginar.

Após abertura do período de inscrição, você deve acessar o site Fies Seleção para realizar o cadastro dos seus dados.

Você precisará preencher algumas informações pessoais e questões ligadas à sua renda familiar. Basta seguir o passo a passo apresentado pelo sistema.

Tudo é explicado a cada etapa para que o candidato não tenha dúvidas.

A boa notícia é que o resultado é divulgado de forma super rápida! Geralmente, a lista de candidatos aprovados é divulgada na segunda-feira posterior ao encerramento da inscrição.

Viu como é prático? Com apenas alguns cliques, você poderá concorrer ao benefício para realizar o seu sonho.

Ah,  e caso você seja selecionado, você deverá comparecer à faculdade escolhida para entregar alguns documentos.

Quando tudo for aprovado, você precisará apenas assinar o contrato em uma agência bancária para começar a receber o benefício.

Uma dica muito importante para os candidatos pré-aprovados é manter os compromissos em dia. 

Isso porque caso você atrase para realização das demais etapas, pode acabar sendo eliminado. 

Fies: cuidado com fraudes

Infelizmente, nos últimos anos, golpistas começaram a se aproveitar do Fies para praticar atos criminosos.

Antes de mais nada, desconfie de facilidades demais.

Essas pessoas mal intencionadas costumam se aproximar de candidatos do Fies afirmando que têm vaga garantida entre os aprovados.

Em alguns casos, os aproveitadores chegam a cobrar taxas para acelerar o processo e assegurar o resultado.

Se alguém se aproximar de você com essa conversa, encerre o assunto logo. 

A única maneira de participar do Fies é se inscrevendo pelo site oficial do programa. Ou seja, concorrendo em igualdade com os demais candidatos.

Fique atenta e fuja desse tipo de cilada!

Após a contratação

Os candidatos aprovados no processo seletivo do Fies podem ficar tranquilos em relação ao pagamento do curso enquanto estiverem estudando.

Durante a faculdade, o estudante pagará apenas uma parcela trimestral referente aos juros do financiamento. Após a formatura, ainda há alguns meses de carência para começar pagar as parcelas.

Depois dessa fase, as parcelas começam a ser cobradas em suaves prestações. 

Fies: uma ajuda para chegar lá!

Todo o processo é pensado para que você tenha tranquilidade de encontrar um emprego e quitar as parcelas. É ou não é um baita incentivo para quem precisa de apoio financeiro?

Curtiu as dicas? Siga a Fama nas redes sociais: Instagram e Facebook para saber mais sobre graduação e carreira.

Compartilhar:
Facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *