E agora: graduação no turno matutino ou noturno?

Compartilhar:
Facebooktwittermail

Sei que não é uma tarefa fácil escolher qual o curso de graduação escolher e também pensar em futuro profissional, afinal o que você decidir hoje pode refletir no seu futuro. Já pensou nisso?!

A decisão é bastante complexa e engloba diversos critérios que vão desde a sua personalidade até a qualidade do curso que você escolhe e, principalmente, da instituição de ensino em que você deseja entrar.

Mas existe uma questão pouco discutida e que também é preciso ser levada em consideração no momento de escolher o seu curso: estudar no turno matutino ou noturno?

Existem inúmeros fatores que fazem com que os estudantes decidam qual turno vai estudar, se será matutino ou noturno. Como exemplo, o fato de conseguir conciliar os estudos e o seu trabalho, a disponibilidade em acordar cedo para estudar, a diminuição da vida social noturna, a localidade de estudo (se é de outra cidade ou não), o horário em que chega em casa, dentre outras razões.

Essa decisão de escolher matutino ou noturno são do próprio estudante, algumas vezes há uma interferência dos familiares, mas na maioria dos casos é decidido pelo estudante.Por isso, separei para você algumas vantagens e desvantagens de cursar uma faculdade no turno matutino ou noturno.

Espero te ajudar a decidir, vamos lá!

Turno matutino: quais as vantagens?

Primeiro, vamos ver as vantagens de estudar de manhã. Quem decide por cursar disciplinas diurnas na faculdade pode sentir mais facilidade em absorver os ensinamentos transmitidos pelos professores.

E eu te explico o porque. Na parte da manhã o cérebro está descansado e, portanto, mais receptível às informações.

Outro ponto importante na decisão do horário é o quesito segurança. Isso acontece porque muitos alunos, por morarem em outras cidades ou em bairros afastados, optam em estudar de manhã para garantir uma segurança maior, visto que, no turno noturno é mais arriscado andar sozinho, afinal, muitos alunos utilizam o ônibus como meio de transporte para se locomover de um lugar para o outro.

Outra questão são cursos matutinos que não são oferecidos no noturno, por exemplo, algumas faculdades não oferecem os cursos de Medicina Veterinária, Odontologia e Medicina no turno noturno, visto que, a dedicação para esses cursos têm que ser maior. E, a maioria deles, o curso é Integral, ou seja, matutino e vespertino.

E por fim, a outra vantagem em estudar de manhã é a possibilidade de conciliar estágios que são oferecidos apenas nos turnos vespertino e noturno.

E quais são as desvantagens?

Mas calma aí, nem tudo são flores (hahaha). A parte negativa em cursar uma graduação de manhã é acordar cedo, isso mesmo! Para aqueles que morrem de preguiça de acordar cedo (eu sei que existem muitos que são assim), estudar de manhã pode ser um ponto negativo.

Não que todos sejam assim, é relativo e vai depender de cada indivíduo: há quem não tenha dificuldades em levantar da cama às 6 horas da manhã; portanto, acordar muito cedo não seria uma desvantagem.

No entanto, para o jovem considerado “dorminhoco”, despertar antes das 7 horas da manhã é um sacrifício e, por isso, cursar o ensino superior de manhã não favorece em nada a vida dele.

E quais são as vantagens de estudar à noite?

Existem MUITAS vantagens. Além de você não ter que acordar muito cedo, a vantagem em cursar graduação à noite é a oportunidade que a pessoa tem de conciliar os estudos com o trabalho.  Há estudantes que precisam de uma renda salarial para, entre outras circunstâncias, custear a vida acadêmica e/ou pagar as contas de casa.

O curso noturno é uma opção vantajosa para quem deseja fazer uma graduação e se tornar um profissional qualificado, pronto para o mercado de trabalho.

Outra questão importante no momento de decisão em qual turno você deve estudar é a visão do seu estágio, visto que, o aluno que começa uma graduação precisa conseguir estágio na área do seu curso para aprender e se desenvolver na profissão.

É importante que os alunos estejam convictos para fazer a escolha certa e decidir com cautela o horário ideal para fazer a tão sonhada graduação.

Apesar de existirem grandes diferenças entre um curso diurno ou noturno, cada pessoa deve definir esse assunto de acordo com as suas disponibilidades.

Essa realmente é uma fase da vida em que é preciso se esforçar ao máximo, muitas pessoas trabalham nove horas por dia, frequentam a faculdade à noite e ainda precisam dedicar algumas horas de estudo durante a madrugada e finais de semana para garantirem um bom desempenho acadêmico.

Desvantagens de estudar a noite, existem?

Sim, existem! E a questão maior é a segurança. É um fator positivo para escolher a faculdade no turno matutino, principalmente em cidades onde o índice de violência é enorme.

Uma vez que a maioria das grades curriculares apresenta horários de término de aulas depois das 22 horas, descolar-se para casa após essa hora é um risco maior para o aluno, principalmente para aqueles que dependem do transporte coletivo ou que moram em outras cidades.

Mas no final das contas, qual é o melhor turno para estudar?

Fica ao seu cargo decidir se deverá estudar e manhã ou à noite. O importante é que a escolha seja feita de forma assertiva, para que consiga realizar o sonho da graduação e, futuramente, garantir um espaço no mercado de trabalho que, atualmente, mostra-se tão competitivo.

Continue conosco, semana que vem tem mais.

Até mais!

Compartilhar:
Facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *