Como surgiu o Dia da Mentira?

Compartilhar:
Facebooktwittermail

Dia da Mentira

 

Você já caiu em alguma brincadeirinha do Dia da Mentira? A prática de contar mentiras no dia 1º de abril, por mais bizarras que sejam, é algo muito comum entre crianças e adultos que adoram inventar histórias aqui ou acolá. Existem várias explicações para essa data ter se transformado no Dia da Mentira, porém, a teoria mais aceita é de que a brincadeira surgiu no século XVI, lá na França.

Ficou curioso em saber a história completa? Continue lendo…

Como surgiu o dia da Mentira?

A origem do Dia da Mentira remonta ao século XVI, durante o reinado de Carlos IX (1560-1574) na França. Desde o início do século XVI, as festas em comemoração ao Ano Novo eram realizadas no dia 25 de março, com a chegada da primavera, e terminavam após uma semana de duração, no dia 1º de abril.

Em 1562, o papa Gregório XIII (1502-1585) implantou um novo calendário para o mundo cristão, o calendário gregoriano, no qual instituía o dia 1º de janeiro como o início do ano. Com as condições de comunicação daquela época, as notícias devem ter levado meses ou até anos para chegar a todos os franceses. O rei francês só seguiu o decreto papal dois anos depois, em 1564, mas, mesmo assim, algumas pessoas não gostaram da mudança no calendário e continuaram a comemorar na data antiga.

A falta de aceitação ou o esquecimento da nova data virou motivo de chacota e gozação por parte das pessoas que já tinham aceitado o novo calendário. Assim, as piadas tiveram origem da resistência, esquecimento ou falta de informação de alguns em relação à troca do calendário. Os gozadores começaram a enviar presentes estranhos e convites para festas inexistentes aos adeptos do calendário antigo, apelidando-os de “bobos de abril”. Dessa maneira surgiu o dia 1º de abril como o Dia da Mentira.

E nos outros países, essa data é comemorada?

Achou que era só na França que se comemorava essa data? Sim! Começou por lá mesmo, mas, aproximadamente 200 anos depois, as brincadeiras do Dia da Mentira migraram lá para a Inglaterra e depois para a Itália. Ah! E para o restante do mundo também.

E o Brasil não ficou de fora dessa não. O Estado de Pernambuco foi o primeiro a adotar a brincadeira, no ano de 1848. Em 1º abril daquele ano foi lançado um periódico chamado “A Mentira”, que apresentou como notícia o falecimento de D. Pedro, uma informação mentirosa que foi desmentida no dia seguinte. Esta tradição permanece até os dias de hoje em vários países.

E olha só que curioso: Na Inglaterra, as pessoas que acreditam nas histórias inventadas no Dia da Mentira são chamadas de  Noodles que significa “patetas”; nos Estados Unidos, recebem o nome de April Fools, que tem como significado “bobos de abril”; já na Escócia são chamados de April Gowks, significa “tolos de abril”.

Aí você se pergunta: E no Brasil, como são chamados as pessoas que acreditam no Dia da Mentira?

Eu te respondo: Vai da sua criatividade, cada um acaba apelidando as pessoas que caem nas pegadinhas de um nome diferente, o importante é se divertirem!

Conta pra gente aqui nos comentários, quais foram as pegadinhas que você já realizou no dia 1º de abril.

Até semana que vem!

 

Compartilhar:
Facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *