Faculdade Fama Menu
Blog

Aqui, você se liga no Na Prática e coloca suas ideias pra funcionar.

20 de fevereiro de 2019

Como driblar os sintomas da ansiedade e depressão?

A ansiedade é uma emoção natural, uma resposta do sistema nervoso, basicamente causa preocupação, medo ou estresse, e quando chega a níveis elevados pode até se tornar um distúrbio.

Os sintomas se manifestam tanto físico quanto psicologicamente e pode incluir, dificuldade de concentração, distúrbios do sono, medo constante, irritabilidade e agitação. Já os físicos, se manifestam em dores no peito, náusea, diarreias, suor, tremores e cansaço excessivo.

Um estudo do PISA, Programa Internacional de Avaliação dos Estudantes de 2017, revelou que 80% dos alunos brasileiros sofrem de ansiedade relacionada a vida escolar, colocando assim o Brasil no ranking mundial dos estudantes mais ansiosos do mundo, perdendo apenas para Costa Rica.

Mas e então, como lidar com a ansiedade?

Como mencionamos a cima a ansiedade é um sintoma natural, então não faça dela o monstro que te atormenta. Outra coisa é que hábitos simples podem te ajudar no controle das emoções, mas lembre-se, você não precisa passar por isso sozinho. Caso esteja te atormentando, procure um especialista.

– Exercite-se!
No nosso texto anterior falamos bastante sobre isso, a saúde mental e física caminham juntas.

– Controle sua respiração.
Na maioria das vezes, levamos isso na brincadeira, mas o simples fato de respirarmos mais lentamente fará com que nosso cérebro entenda que estamos calmos.

–  Liste suas preocupações.
É claro que diversas situações exigem nossa atenção e dedicação, mas muitas das nossas preocupações são infundadas. Aquela simples coisa de sofrer por antecipação e isso não nos levará em lugar nenhum. Escreva o que te aflige e tente visualizar sobre o que realmente é sua responsabilidade e o que não é.

– Mude o foco.
Não é fingir que nada está acontecendo, muito menos procrastinar a situação. Mas é ocupar sua mente com coisas que são reais e te fazem bem. Sabe, escutar uma música, ver um filme, correr, tomar um banho um pouco mais demorado. Tudo isso é importante em um dia assim.

Só não vale fazer do seu quarto uma caverna e dos seus sentimentos o seu maior vilão. Você é maior e melhor do que isso.
E reforçamos o seguinte, está sentindo que está passando ‘’da conta’’?
Procure um médico.

Kellen Silva

Analista de Marketing na FAMA. Amante da escrita e apaixonada em redes sociais.

Comentários